Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Transporte público pelas vans escolares, Refisluz e cobrança dos testes de coronavírus agitam a sessão

Transporte público pelas vans escolares, Refisluz e cobrança dos testes de coronavírus agitam a sessão

por Aline Athila última modificação 05/06/2020 14h18

Após a aprovação da flexibilização das sessões presenciais e remotas, os vereadores da Câmara Municipal de Luziânia (CML) voltaram a comentar sobre o transporte de passageiros no município na sessão dessa quinta-feira (4). Uma autorização, liberada pela Diretoria de Divisão de Trânsito (Dittur) para a Associação dos Transportes Escolares de Luziânia (Asteel), permitiu, por 60 dias, a execução do serviço a entidade.

A liberação foi uma das formas de apoiar a classe que, em virtude do coronavírus, ainda é prejudicada com a paralisação das atividades escolares. As vans percorrerão 13 linhas em 90 rotas (as mesmas feitas pela empresa Transcoluz).

A provocação foi feita pelo vereador Eliel Junior e endossada pelos demais pares, em especial o vereador Ivan Couto que questionou o não atendimento dos moradores da Cidade Osfaya e do Sol Nascente pela empresa Transleles e a vereadora Luzia Diretora que chamou a atenção para os bairros Casa de Telha e Americanos.

Cabe salientar ainda que o ato administrativo que concedeu a execução tem caráter discricionário, precário e unilateral, o que significa que pode ser revogado a qualquer momento caso não atenda as condições da autorização.

As permissões para o transporte escolar no município e a fiscalização destas também foram questionadas pelo presidente da Casa, Felipe do Mandu. O parlamentar alega que existem pessoas utilizando permissões com outros nomes, instalando assim um monopólio do serviço e prejudicando a entrada de novos interessados.

Outras matérias legislativas

Na pauta ainda esteve, uma indicação do vereador Dioscler endereçada a prefeita interina Edna Aparecida; ao administrador do Jardim Ingá, Luis Carlos Cruvinel Matias e ao secretário municipal de administração Cloene José Meireles que solicita informações sobre o Refisluz, programa de recuperação e estímulo a quitação de débitos fiscais do município para o ano de 2020.

Finalmente, os vereadores aprovaram também um requerimento de autoria da vereadora Professora Jaqueline que requer a testagem de coronavírus obrigatória para todos os familiares que tiveram pessoas com a doença ou que morreram em decorrência desta. O vereador Everaldo Meireles e o presidente Felipe do Mandu também se manifestaram mais uma vez pedindo que os testes sejam ofertados em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Município.

Inúmeros outros requerimentos e indicações com necessidades da população também foram apresentados pelos vereadores e despachados para as pastas da administração municipal responsáveis pelos seus cumprimentos.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

E-mail Legislativo

Mídias Sociais

  

Canal da CML

banner youtube

Este é o canal da CML no youtube. Inscreva e ative o sino das notificações para acompanhar a sessão ao vivo todas as terças e quintas a partir das 9h. 

« Dezembro 2021 »
month-12
Do Se Te Qu Qu Se Sa
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1
SAPL