Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Empresas de transporte público de Luziânia estão na mira dos vereadores

Empresas de transporte público de Luziânia estão na mira dos vereadores

por Aline Athila última modificação 26/05/2020 16h20

Fruto de um requerimento de autoria do vereador Eliel Junior e apoiado pelos demais parlamentares, a sessão ordinária de hoje (26) questionou o serviço, as condições e a fiscalização das empresas Transleles e CT Expresso que realizam o transporte de passageiros no município.

O documento encaminhado a prefeita em exercício, Edna Aparecida Alves dos Santos, e a diretora da Divisão de Trânsito e Transportes Urbanos (Dittur), Angela Aparecida Nunes solicita tabela de itinerários e horários, laudo de vistoria e cópia dos documentos de todos os carros cadastrados no órgão, cópia da autorização e das taxas pagas para o trajeto realizado pela Transleles até a empresa Goiás Verde Alimentos desde 2013, além da cópia dos boletins diários e das taxas de recolhimento do ISS dos passageiros transportados.

Também foi requerido informações sobre a vedação das roletas e a relação dos motoristas e cobradores cadastrados na Dittur, bem como se a empresa Transleles foi multada, autuada, notificada ou advertida nos últimos 3 meses.

A população denúncia ainda que as empresas não estão conduzindo pessoas acima de 60 anos com carteirinha antes das 9h e depois das 17h, bem como estão recolhendo coercitivamente aquelas que acreditam ser falsas. Há ainda reclamações quanto ao transporte sem cobrador e as condições dos veículos o que inclui a ausência de catracas.

Os vereadores irão acompanhar as respostas e em caso de aparente ilegalidade serão encaminhadas denúncias formais aos órgãos competentes.

Indicações

Inúmeras indicações foram apresentadas pelos vereadores pedindo serviços de roçagem e patrolamento, pavimentação asfáltica, operação tapa-buracos, revitalizações de iluminação e espaços públicos e construção de parada de ônibus que envolvem os seguintes bairros: São Judas Tadeu, Residencial Alto das Caraíbas, Copaíbas, São Caetano, Jardim Ingá, Vila Santa Luzia, vários Parque Estrela Dalva, Fumal, Santa Fé, Osfaya, Jardim Europa, Sol Nascente, JK, Parque Cerrado, zona rural do Indaiá, Mandiocal e vários outras regiões.

Finalmente, os parlamentares também cobraram um telefone para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) “Jose Paulo Boni”, viaturas da Guarda Civil Municipal (GCM) para acompanhar as plantões noturnos da equipe de Fiscalização de Posturas, revisão contratual para o exercício de 2020 dos estabelecimentos de ensino fundamental e superior e relatório financeiro e sistêmico do Instituto Ipasluz Previdência no período de 2010 a 2020.

Foram recebidos e encaminhados a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) os seguintes projetos de lei:

Autor: Poder Executivo

“Denomina a UBS Maria Aparecida de Lima a Unidade Básica de Saúde da Família localizada no Jardim Ingá na forma que específica.”

Autor: Luzia Diretora

Altera a Lei Municipal nº 4.178 de 13 de fevereiro de 2020, “Que cria e estabelece critérios para a incorporação como Vantagem Pessoal Incorporada (VPI) das gratificações e vencimentos dos cargos em comissão e funções de confiança e dá outras providências”.

Foto: Jornal O Democrático - Alan Meireles

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

E-mail Legislativo

Mídias Sociais

  

Canal da CML

banner youtube

Este é o canal da CML no youtube. Inscreva e ative o sino das notificações para acompanhar a sessão ao vivo todas as terças e quintas a partir das 9h. 

« Dezembro 2021 »
month-12
Do Se Te Qu Qu Se Sa
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1
SAPL