Murilo Roriz cria Rede Integrada para moradores de rua

por Imprensa CML — última modificação 27/02/2019 10h57
Na primeira sessão ordinária do ano de 2019, Murilo lançou a Rede Integrada de
Proteção a População de Rua.
A Rede será composta pela Câmara luzianiense, Secretarias Municipais de
Desenvolvimento Social e Trabalho , e de Segurança e Cidadania, e ainda de Saúde. Além
do Conselho Tutelar , Polícias Militar e Civil, e ainda o Ministério Público, podendo contar
com o apoio de outros colaboradores de outros segmentos da sociedade local.
Murilo explicou que os objetivos da iniciativa é o de cadastrar os moradores de rua,
disponibilizar atendimento no SUS bem como proporcionar apoio social e psicológico,
avaliar possível retorno familiar ou encaminhamento para o CAPS. Além de ações
socioeducativas e a incorporação dessa população no Cadastro Único para Programas
Sociais.
“Temos acompanhado um crescimento da população de rua em Luziânia. É cada vez
mais comum a presença deles nas praças , portas de comércios e perto dos bancos e
hospitais. Sendo assim, era preciso formar essa rede integrada entre os poderes Executivo,
Legislativo e Judiciário junto com a sociedade para implantar políticas públicas voltadas
para os moradores de rua”, afirma Murilo Roriz.
O projeto de lei foi apresentado na Casa de Leis luzianiense e segue para aprovação em
duas votações e posterior sanção do prefeito Cristóvão Tormin. Contudo, os demais
vereadores estão manifestando apoio a essa matéria que garante cidadania e assegura
os direitos humanos para aqueles menos favorecidos.