Boaz luta por fechamento de buracos e valas

por Imprensa CML — última modificação 21/09/2017 21h19

Transitar pelas ruas da cidade nem sempre é fácil devido a buracos e valas abertas por empresas públicas ou privadas. As vias são perfuradas, geralmente, para manutenção, instalação ou conserto de redes de água, esgoto, luz, telefone, internet e outros, e por vezes demoram para serem reparadas o que acaba dificultando o trafego de veículos.

Com o intuito de agilizar a recomposição de tais intervenções, o vereador Boaz de Albuquerque propôs um projeto de lei que obriga aos responsáveis a fechar valas ou buracos abertos em vias públicas no prazo de 48h, após a notificação.

Quem desrespeitar o estipulado na lei será autuado em multa no valor de dois salários mínimos podendo chegar até quatro remunerações do trabalhador para os casos de reincidência. “O objetivo é acelerar os consertos, desobstruir as vias e evitar o acidente”, finalizou o autor.

O projeto segue para sanção do prefeito Cristóvão Tormin.