Homenagem para médicos cubanos

por CML última modificação 23/11/2018 12h57
O presidente da Câmara Municipal de Luziânia, vereador Murilo Roriz concedeu Moção de Aplausos para nove profissionais de Cuba que trabalharam no município

Com a saída de Cuba do Programa Mais Médicos e o fim do acordo selado na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2013, o regime cubano deve perder 332 milhões de dólares por ano. O valor supera as exportações de charutos, que é de 259 milhões de dólares por ano e cria mais um desafio econômico para o país, que há 56 anos sofre um duro embargo comercial dos Estados Unidos.

            Já para os pacientes brasileiros fica a tristeza em perder profissionais dedicados e que, trabalhando nos Postos de Saúde acabam se tornando amigos de toda uma comunidade.

   Pensando nisso, o vereador e presidente da CML, Murilo Roriz decidiu homenagear os nove médicos cubanos que estavam trabalhando no município.

     As Moções de Aplausos foram entregues durante sessão na Câmara Municipal de Luziânia e contou com participação do secretário municipal de Saúde, Dr. Watherson Roriz.

     Foram homenageados os médicos Giselle Santana Lopez, Idalmis De La Caridad Jimenez, Jorge Francisco Gomez Pineiro, Juan Hernandez Luis, Julian Aliosky Cisnero Enamorado, Marialis Cruz Ramirez, Nairob Hernandez Cuesta, Sérgio Gari Escobar e Yonnel Gomez Barrero, que trabalhavam nas Unidades Básicas de Saúde do município.

     Uma homenagem repleta de emoção: “Luziânia ganhou muito com a presença dos médicos cubanos, pois somaram na área da saúde do município e fizeram história. Somos muito gratos por todo carinho e profissionalismo”, afirmou o presidente Murilo Roriz.

     Funcionários de algumas UBS estiveram presentes e também prestaram homenagens para os referidos médicos cubanos, que se tornaram grandes amigos de todos.